Planejamento Orcamentos Avaliaçao Custos Controles Treinamentos

 

Controles

O custo benefício de se ter controles é a cada dia mais significativo. Ou seja, até pouco tempo era mais barato "perder" pela falta de controles do que investir neles, hoje não há mais dúvidas que informatizar e dispor de parte do tempo de alguns colaboradores para esta atividade, pode trazer ganhos financeiros.
Um fluxo de caixa diário, feito em uma planilha de Excel bastante simples, pode prever o saldo bancário que a empresa terá nos próximos dias. Isso traz tempo para se pensar no que poderá ser feito com a sobra de caixa, neste caso investimentos, ou como resolver a falta de caixa, adiando pagamentos ou conseguindo crédito bancário mais barato.
O controle de estoque é importante para evitar desperdícios e até mesmo desvios indesejáveis. Apesar do elevado número de itens, esta é uma tarefa relativamente simples. Este controle leva a uma redução de custos e a uma consequente lucratividade. Há muitos casos de estoques desnecessários, já pagos, e simultaneamente falta de caixa, o que é inadmissível.
A contabilização por centro de custos, ou classificação dos gastos, pode parecer trabalhosa, mas na prática, hoje já se faz algo semelhante sem os benefícios de se conhecer para onde está indo o dinheiro. Devemos apenas implantar procedimentos no administrativo.
Assim como o controle de estoque traz ganhos na economia de materiais, os indicadores de produtividade contribuem para a redução da folha de pagamento, ou se for vontade do administrador a realocação de colaboradores.
Novamente notamos que cada empresa tem um histórico muito diferente. Há empresas que investem em demasia nesta questão, dificultando os processos e gastando mais que o necessário. Por outro lado, vemos na maioria das empresas um desprezo por esta questão.